Westermo recebe prêmio por sistema de teste de software na Conferência ICST 2018 do IEEE na Suécia

Uma demonstração técnica envolvente, mostrando como os testes de software automatizados ajudam a Westermo a fornecer redes ​​industriais confiáveis para comunicação de dados, recebeu um prêmio por seus dois apresentadores em uma conferência acadêmica de alto nível. Per Erik Strandberg e Johan Beijnoff, da Westermo, receberam o prêmio “Best Demo” no ICST 2018 – uma prestigiosa conferência sobre teste, validação e verificação de software, organizada pelo IEEE – Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos – em Västerås, na Suécia.

Os processos de teste de software são continuamente desenvolvidos e aprimorados, e a Westermo conduz pesquisas em conjunto com a Universidade Mälardalen para permanecer na vanguarda do desenvolvimento tecnológico nessa área. O estudante de doutorado e líder em testes Per Erik e o engenheiro de testes de software Johan estão profundamente envolvidos em testes de software e garantia de qualidade relacionados ao avançado sistema operacional Westermo (WeOS). O WeOS suporta uma série de funções de comutação Layer 2 que permitem implantar redes Ethernet resilientes com topologia em anel redundante de recuperação rápida. Além dessas funções, o WeOS fornece funcionalidades Layer 3, incluindo roteamento, firewalls e acesso remoto VPN.

A Westermo está assumindo a liderança em garantia de qualidade de software para soluções de redes industriais. A equipe dedicada de testes da empresa está empenhada em fornecer as redes mais robustas do mundo, e o WeOS, que é parte integrante dos switches e roteadores mais confiáveis ​​do mercado, é submetido a exaustivos testes de software como parte de seu desenvolvimento contínuo.

Durante a conferência, Per Erik e Johan demonstraram um sistema de teste completo e plenamente funcional, mostrando aos presentes como a Westermo automatizou seus processos de teste de software. Isso permitiu que a empresa realizasse milhões de testes, resultando em uma das soluções de software mais confiáveis ​​para redes industriais.

“Acho que nossa demonstração foi bem-sucedida porque mostramos um exemplo concreto de um teste em um sistema industrial com produtos reais em uma rede real”, disse Johan. “O teste de software pode ser muito teórico, mas conseguimos demonstrar um lado prático, que acredito que muitos dos visitantes apreciaram”.

“Todos os nossos testes são realizados em nível de sistema, ou seja, em switches e roteadores exatamente da forma como são entregues aos nossos clientes e configurados como se estivessem no aplicativo de um cliente”, acrescentou Per Erik. “Também demonstramos como exploramos os resultados dos testes e os tornamos úteis, algo que pode ser difícil em um ambiente industrial complexo. A comunicação dos resultados dos testes é algo que estamos atualmente pesquisando em colaboração com a indústria e a universidade.”

Per Erik e Johan descreveram o prêmio como sendo o reconhecimento pelo compromisso da Westermo com a qualidade e pelos anos de trabalho árduo que a equipe de pesquisa e desenvolvimento investiu em testes de software. “Isso também prova que estamos indo na direção certa para nossos investimentos contínuos em automação de testes”, disse Per Erik.

Posts Relacionados

Deixe um Comentário