Topologia em Ferradura para redes Ethernet

Você sabia que o WeOS da Westermo agora suporta topologia resiliente em ferradura Layer 2?

Redes resilientes ou redundantes nem sempre estão em conformidade com as topologias clássicas em anel ou anel múltiplo.

Em muitos casos não é possível criar um anel devido à geografia do local ou aos custos envolvidos na instalação do cabo de fibra ou cobre para completar o anel.

Alguns exemplos típicos são parques eólicos ou sistemas de controle de tráfego metropolitano. Estes tipos de aplicações exigem que a comunicação com cada parte do sistema seja mantida 24/7/365 e que seja capaz de se recuperar de pelo menos um ponto de falha.

O suporte a topologias em ferradura permite que, a partir de um switch Ethernet em um anel mestre, se crie outro anel formado por uma série de switches (sub-rede) que retorna a um switch Ethernet em outro ponto do anel mestre sem criar um “broadcast storm”.

Como não há limites para o número de sub-redes em ferradura, são infinitas as possibilidades de topologia que podem ser implementadas com o novo sistema WeOS 4.20.0.

Posts Relacionados

Deixe um Comentário